Pesquisa científica aponta as melhores técnicas de estudo-NEAF


Blogueira NEAF

Publicado em 14/ago/2014


Técnicas de Estudos para Concursos

Como você estuda?

Você pode estar fazendo isso errado! Um estudo divulgado em janeiro de 2013 pela publicação científica Psychological Science in the Public Interest analisou dez técnicas de estudo para definir quais geram os melhores resultados. A pesquisa selecionou as técnicas mais utilizadas por estudantes e também as que eles acreditam ter uma maior eficácia. Outro critério adotado foi a seleção de técnicas que o aluno poderia adotar sem o auxílio de outras pessoas, matérias ou tecnologia

O resultado foi surpreendente. Técnicas muito comuns no Brasil, que acompanham alunos desde a época do ensino fundamental foram consideradas de baixa utilidade, tais como fazer resumos, reler e grifar conteúdos.

A interrogação elaborativa, a auto-explicação e o estudo intercalado foram consideradas técnicas de eficácia moderada. Entre as dez, somente duas foram classificadas como de alta utilidade, ambas de caráter prático.

Confira o que o estudo diz sobre cada técnica:

 

GRIFAR – Baixa utilidade

grifar



É amigos e amigas, sabe aquele seu marca-texto da cor da camisa do Palmeiras ? Esqueça! Por incrível que pareça, o fato de ser uma maneira fácil de estudar é justamente o que torna esta técnica ineficiente.

De acordo com o estudo, o ato de apenas grifar partes importantes do texto não gera o esforço suficiente para assimilar o conteúdo. Quando você grifa, seu cérebro não faz as conexões necessárias para fazer a memorização ou criar um conhecimento no assunto que você está estudando. Utilizada com outras técnicas de estudo esta prática pode ser útil.

 

RELER – Baixa utilidade

tumulto de livros

 

Além de ser uma das formas mais maçantes a releitura também não é lá muito eficiente. Entretanto, o estudo aponto que reler seguidas vezes um mesmo conteúdo dentro de um curto período de tempo, pode ser melhor para o aprendizado do que fazer resumos.

 

MNEMÔNICOS – Baixa utilidade

Mnemonicos


Segundo o dicionário Houaiss, mnemônico é algo relativo à memória; que serve para desenvolver a memória e facilitar a memorização (diz-se de técnica, exercício etc.); fácil de ser lembrado; de fácil memorização.

Em apostilas e sites de concursos públicos, é muito comum ver o uso de mnemônicos com as primeiras letras ou sílabas, como SoCiDiVaPlu para decorar os fundamentos da República Federativa do Brasil (artigo 1º da Constituição – soberania, cidadania, dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa, pluralismo político)

O estudo da Psychological Science in the Public Interest mostrou que os mnemônicos só são efetivos quando as palavras-chaves são importantes e quando o material estudado inclui palavras-chaves fáceis de memorizar.

Assuntos que não se adaptam bem a geração de palavras-chaves não conseguiram ser bem aprendidos com o uso de mnemônicos. Então, utilize-os em casos específicos e pouco tempo antes de teste.

 

VISUALIZAÇÃO – Baixa utilidade

mapa mental

Se você é um concurseiro, com certeza já ouviu falar de mapas mentais, ou até já usou disso para se preparar. Esta técnica, revolucionária para muitos, pode até ser considerada eficaz, mas somente para textos curtos ou frases.

No estudo os pesquisadores pediram para que os estudantes associassem figuras aos textos que estavam lendo. O resultado positivo foi apenas em relação a memorização de frases. Em relação a textos mais longos, a técnica mostrou-se pouco efetiva.

Com base na pesquisa, é possível concluir que o uso de mapas mentais pode ser positivo para decorar textos curtos de lei, como, por exemplo, a Lei Maria da Penha (11.340/2006). Mas para conteúdos extensos e contínuos a técnica não é aconselhável.

 

RESUMO – Baixa utilidade

Resumo

 

Quem nunca?

Se você fazia isto na escola ou faculdade na preparação para alguma prova isto até pode ter sido útil, mas se a prova em questão for de múltipla escolha é melhor adotar outra técnica.

Resumir os pontos mais importantes de um texto com as principais ideias sempre foi uma técnica quase intuitiva de aprendizagem. O estudo, porém, mostrou que os resumos são úteis para provas escritas, mas não para provas objetivas.

 

INTERROGAÇÃO ELABORATIVA – Utilidade Moderada

interrogativa

Esta técnica consiste na elaboração de perguntas e explicações sobre determinados temas. Resumindo, consiste em saber o porquê das coisas, e não só o quê elas são.

Seguindo o exemplo que demos pouco antes, em vez de decorar um mnemônico como SoCiDiVaPlu, o ideal seria perguntar-se por que o Brasil adota a dignidade da pessoa humana como fundamento da República? E buscar a resposta na origem do estado democrático de Direito e na adoção do princípio da dignidade da pessoa humana pelas principais democracias ocidentais após a Revolução Francesa.

Parece confuso, mas este esforço realizado pelo cérebro para realizar toda a explicação é determinante no aprendizado pois concentra-se em compreender as causas de determinado fato, investigando suas origens, desta forma criando o conhecimento além de somente decorá-lo.

Falando especificamente de concursos públicos, a interrogação elaborativa é um grande diferencial na hora de responder redações e questões discursivas.

 

AUTO-EXPLICAÇÃO – Utilidade Moderada

autoexplicação

 

Se você é do tipo de pessoal que fica cantando em frente o espelho seria bom começar a utilizá-lo também para estudar.

Como?

A resposta é: explicando para você mesmo.

A auto-explicação mostrou-se ser uma técnica útil para aprendizagem. Na prática, trata-se de ler o conteúdo e explicá-lo com suas próprias palavras para você mesmo. O estudo mostrou que a técnica é mais efetiva se utilizada durante o aprendizado, e não após o estudo.

 

ESTUDO INTERCALADO – Utilidade Moderada

variedade de matérias
Aquilo que podemos chamar de “revezamento de matérias”, pode ser uma tática muito útil na hora de estudar.

A pesquisa procurou saber se era mais efetivo estudar tópicos de uma vez ou intercalando diferentes tipos de conteúdos de uma maneira mais aleatória. Os cientistas concluíram que a intercalação tem utilidade maior em aprendizados envolvendo movimentos físicos e tarefas cognitivas (como ciências exatas).

Uma das grandes vantagens desta técnica de estudo é fazer com que a pessoa permaneça um maior tempo estudando. Isto se torna possível por ser menos cansativo. Ao revezar matérias você tira o foco de um único assunto, o que torna o estudo menos cansativo.

 

TESTE PRÁTICO – Alta utilidade

teste prático

 

Se algum professor estiver lendo esse texto, é nesta hora que ele irá soltar aquele: “Eu sabia, sempre falo isso para os alunos”.

Falar sobre a realização de testes práticos é falar sobre algo óbvio. O estudo comprova o que já é dito por diversos especialistas, destacando esta prática como uma das duas melhor técnicas entre as analisadas. A pesquisa científica ainda mostra que realizar testes práticos é até duas vezes mais eficiente do que outras técnicas.

No caso específico de concursos públicos, a recomendação é fazer toneladas de exercícios de provas anteriores. Não apenas do cargo para o qual você está estudando, mas qualquer tipo de questão que encontrar pela frente. Isto pode ser útil não só para fixar conhecimentos, como também para conhecer como os conteúdos costumam ser cobrados, além de botar em prática as horas de teoria.

 

PRÁTICA DISTRIBUTIVA – Alta utilidade

cronograma de estudos

 

A organização é fundamental em todos os campos da vida, e no estudo não seria diferente. Elaborar um cronograma de estudos dividindo as disciplinas e conteúdos em blocos é mais eficaz do que concentrar todo o estudo em um bloco só.

Pesquisas mostram que o tempo ótimo de distribuição das sessões de estudo é de 10% a 20% do período que o conteúdo precisa ser lembrado. Por essa conta, se você quer lembrar algo por cinco anos, você deve espaçar seu aprendizado a cada seis meses. Se quer lembrar por uma semana, deve estudar uma vez por dia.

A prática distribuída também pode ser interpretada como a distribuição do estudo em pequenos períodos ao longo do dia, intercalando com períodos de descanso. Por exemplo, uma hora de manhã, uma hora à tarde e outra hora à noite.

Fonte: Mude.Nu

 

E VOCÊ?
É bem verdade que as pesquisas apontam os métodos mais eficazes dentro de um determinado grupo de pessoas analisado, o que não impende que você utilize uma determinada técnica, e que ela tenha resultado positivo. De qualquer forma, fica aí esta dica para as futuras preparações.

Mas, além das dicas, o BLOG DO NEAF quer saber como você estuda?

Mande fotos, textos ou vídeos explicando o que você faz na busca pela tão sonhada vaga. Os mais criativos serão postados aqui, em nosso blog.

 

0 Comentários

Os comentários estão fechados.

Mais artigos de Diversos

Diversos

Não falta tempo, falta prioridade!

Há uma pequena frase que muitos dizem para fugir de alguns assuntos “Não tenho tempo!”. Essa frase é usada para dar desculpa quanto a ir […]

Diversos

Resumo das principais notícias do Mundo na última semana! Veja aqui no Top Atualidades!

Que os EUA está com uma economia bem melhor, já deu pra perceber! Mas você sabe o motivo do presidente Donald Trump ter criticado o […]

Diversos

Não teremos mais concursos?! Entenda um pouco mais sobre este assunto!

Terceirização X Concursos Públicos – Decreto 9.507/18 Ao ver essa frase e analisando o atual cenário político dá até um frio na barriga, né?! Mas […]

Diversos

Hoje é dia de literatura. Vamos?

Olá pessoal! O professor João Marcos De Camillis vai conversar com a gente sobre o segundo capítulo do romance “Dom Casmurro” da autoria de Machado de Assis. […]

Diversos

Confira cinco motivos para continuar estudando para concursos públicos

A notícia de uma possível suspensão de concursos públicos para 2017 pegou de surpresa alguns candidatos que já haviam iniciado a preparação. Mas antes de […]

Diversos

Investe SP recebe inscrições para candidatos de nível superior com iniciais de R$5,9 mil

  Alô pessoal! A Investe São Paulo iniciou o processo seletivo para duas vagas de Analista de Investimentos e Competitividade com atuação na área de […]

Diversos

Entenda como funciona o sistema judiciário e suas carreiras

Você sabe porque tantas pessoas prestam concurso e gostariam de ser funcionários do poder judiciário? Que tal saber mais sobre as carreiras dos tribunais nesta […]

Diversos

Então, é Natal!

Amigo concurseiro! Chegamos outra vez ao Natal e muitos de nós paramos para fazer um “balanço” do que fizemos durante o ano que está terminando […]

Diversos

Saiba mais sobre memória e veja dicas de como obter o melhor dela!

Como você estuda? O que você aprende fica guardado e disponível para quando precisar usar? Já imaginou se todos os dias ao acordar, sua memória […]

Diversos

10 Razões para fazer concursos para tribunais

  Olá Amigos! Os concursos públicos são uma excelente alternativa para quem está começando ou para quem quer mudar o rumo de sua vida profissional. […]

Diversos

Que tal dar uma força a sua vontade para estudar?

Olá amigos dos concursos. Ter motivação é ter motivo para a ação. Dar força a sua vontade é ampliar o seu limite do momento, dirigir […]

Diversos

8 mensagens para realinhar sua sintonia e aumentar a força de vontade

Olá concurseiros! Às vezes, levados pelo cansaço, pelas cobranças, pelo estresse, temos vontade de jogar tudo para o alto, não é? Mas, são apenas momentos, […]

Diversos

Conheça as características de sete bancas de concurso e fique mais perto da aprovação!

Alô amigos! Faz parte de uma boa preparação para concursos públicos conhecer a forma com que a banca organizadora cobra os conhecimentos, distribui a marcação […]

Diversos

Por que concurseiros têm que saber como estabelecer objetivos e se manter neles?

Olá concurseiros! Estabelecer objetivos a alcançar, traçar metas para chegar aos objetivos pode ajudá-lo a transformar seus sonhos em realidade. Trabalhar na direção certa contribui […]

Diversos

8 Formas de lidar com situações adversas, inesperadas no concurso e na vida!

Caros concureiros! Todos os dias nos deparamos com “mudanças de planos”, nem sempre agradáveis. Estas mudanças podem acontecer em nível micro, como perder o horário […]

Diversos

Espante o cansaço na hora de estudar e aumente o seu rendimento

É a terceira vez que você lê o mesmo parágrafo e não entende nada? Você não se lembra como veio parar na cama ontem? E […]

Diversos

Aumente em 95% seu rendimento tendo disciplina para estudar

    Amigos!   A cada dia, somos confrontados com inúmeras pequenas decisões. Nestes momentos, temos de decidir entre o que é bom para nós […]

Diversos

Como começar a estudar para concursos públicos partindo do zero

Olá futuros servidores públicos!   Qualquer que seja o empreendimento ao qual você vá se dedicar, é necessário empregar vontade, coragem e compromisso. Com o […]

Diversos

7 dicas para manter o foco nos estudos para concurso

Meu amigo! Algumas vezes você se pega “voando” durante uma sessão de estudos para concurso, e nem sabe quado começou? Não se preocupe, isto acontece com os […]

Diversos

Concurso público em ano eleitoral, pode?

Com certeza você já deve ter ouvido de alguém que não é permitida a realização de concurso público em ano eleitoral. Não sei de onde […]

Diversos

Pesquisa científica aponta as melhores técnicas de estudo

Como você estuda? Você pode estar fazendo isso errado! Um estudo divulgado em janeiro de 2013 pela publicação científica Psychological Science in the Public Interest […]

ACOMPANHE NOSSOS PERFIS NAS REDES SOCIAIS

Google

Recomende no GOOGLE+